domingo, 31 de agosto de 2014

Termina agosto, com uma nova parceria...

Agosto chegou ao fim... 
Com o terminar do mês de agosto, dizemos adeus às férias, ao levantar (um pouco) mais tarde, ao "dolce fare niente"... 
Setembro representa o voltar à realidade, o retomar o trabalho e escola e o voltar à rotina... 
No meu caso, setembro significa também o voltar à MARMITA!!! 

Sim, eu levo todos os dias marmita... 
E porquê, perguntam algumas pessoas?!?

Não, não é só por uma questão de poupança (mas sim, na verdade, o levar marmita para o almoço faz-se sentir no final do mês!) mas também por uma questão de saúde.
Saúde, na medida em que não só escolho o que comer, como o método de confecção e a própria quantidade.
 Mas de que vale ter cuidado com os alimentos e sua confecção se depois, os deixo "alterar" não usando uma marmita de qualidade?!?
Nesse sentido, é com muita satisfação que vos informo da parceria do blog com aquela que é a minha marca de marmitas de eleição: a Smartlunch- marmitas com glamour!!!


As marmitas são lindas, super práticas e de uma qualidade indiscutível!!! 
A marca tem marmitas, sacos, talheres, garrafas, para todos os gostos e todas as situações!!!

Eu tenho o saco Eve e uma marmita Monbento Original, ambos lindos!!!


Assim, e a partir de amanhã, e semanalmente, teremos aqui no blog o "Dia M" (de marmita... :P ) no qual eu apresentarei ideias/ sugestões de refeições para levar para o trabalho. 
O que acham da ideia'?!?

Obrigada Smartlunch pelo voto de confiança!!!
Se quiserem saber mais acerca da marca e dos produtos, podem acompanhar as novidades no facebook https://www.facebook.com/smartlunch.portugal?fref=ts ou ir ao site da marca http://smartlunch.wix.com/smartlunch .

sábado, 30 de agosto de 2014

Arroz de Pérolas do Mar

Com o aproximar (rápido demais, para o meu gosto! :P ) do final das férias, começo a ficar sem paciência para nada... 
Até mesmo para cozinhar me começa a faltar a vontade daí que opte por refeições bem leves e rápidas como é o caso deste Arroz de Pérolas do Mar.
Se há coisa que gosto na pérolas do mar, para além do sabor, é a rapidez com que se confeccionam. 
Além disso, e à semelhança do que a Pescanova nos vem habituando, elas quase não têm gordura e apresentam um elevado teor proteico sendo o ideal para uma dieta equilibrada.
quem disse que comer bem tem de ser complicado?!?






Façam como eu, quando estiverem sem vontade de cozinhar, opte por este arroz...

Ingredientes (para 3-4 pessoas):
1 cebola pequena
1 dente de alho
2 embalagens de Pérolas do Mar Pescanova
Azeite q.b.
Polpa de tomate Compal da Horta
Sal q.b
Água q.b.
Pimenta Suldouro q.b.
1 Folha de louro Suldouro
Salsa para decorar
Arroz Aromático Bom Sucesso

Preparação:
Fazer um refogado com o azeite, a cebola e o alho picados e uma folha de louro (sem a nervura central);
Quando pronto, adicionar as pérolas do mar (eu costumo deixar descongelar antes) e deixar ganhar cor;
Acrescentar a polpa de tomate, um pouco de água, temperar com sal e pimenta e deixar levantar fervura;
Quando levanta fervura acrescentar o arroz e deixar cozer;
Servir decorado com salsa e acompanhar com uma salada.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Parceria: Conservas Nero

Tenho o orgulho de anunciar uma parceria com as Conservas Nero.


As Conservas Nero têm uma longa história a qual reflecte tradição mas também actualidade. Em 1680 a família Nero migrou de Itália para Portugal, instalando-se em Sesimbra. No inicio de séc. XX - decorria o ano de 1912 - que Amadeu Henrique Nero, com apenas 23 anos de idade, juntamente com outros sócios, fundou a primeira fábrica de conservas.
Em 1930, com a marca atum Catraio, que vinha desde a origem da fundação, a Nero ganhou a medalha de prata na Exposição Regional de Setúbal. Em 1938, o já afamado atum catraio, foi considerado uma iguaria natalícia podendo por isso, ser considerado o antecessor das actuais conservas gourmet.
Com a Segunda Guerra Mundial, chegou a vez das conservas de sardinha da marca Georgette, se afirmarem no mercado e, com o fim da guerra, garantirem a sua presença em mercados como o dos Estados Unidos da América, Alemanha, Itália, França e Inglaterra.

Em 1989 a família Nero, detentora de 100% da empresa, decidiu vender. 
José Nero abriu, em 1992, no Montijo, uma pequena unidade para a produção de anchovas. Estava programado o seu alargamento de forma a poder produzir outras conservas. Em 1996, vê-se obrigado a encerrar a fábrica que construíra de raiz e que fora também a primeira unidade no País a cumprir todas as normas europeias.
A actual Conservas Nero foi relançada, em Novembro de 2010, produzindo conservas segundo os métodos tradicionais de enlatamento manual. Actualmente, as Conservas Nero destacam-se por apresentarem no mercado nacional conservas de qualidade de atum, bacalhau, sardinha, etc, enlatadas de acordo com o método tradicional que as popularizou e distinguiu no mercado como marca de referência.


Obrigada, Sr. José pelas conservas de bacalhau!!!
Nunca experimentei mas vou gostar, com certeza. :)

Acompanhem as novidades sobre as Conservas Nero no facebook: https://www.facebook.com/conservas.nero

De volta a casa...

Não sei se se aperceberam (uma vez que deixei umas coisas agendadas no facebook) mas fomos passar mais uns dias de férias... Desta vez, à praia... :)
Foi bom, mais experiências novas para o M*, mas sabe bem voltar a casa.
Mas o regresso a casa representa o reorganizar as coisas (desfazer malas, tratar da roupa das férias, reabastecer o frigorífico, etc) e foi isso que andei a fazer hoje...
Valha-me os miminhos que estavam  à minha espera...
O quê devem estar a perguntar...
Vales da Alpro e uma nova parceria (da qual falarei no próximo post!)...


Muito bom...
Obrigada, Alpro!!!

Hoje ainda não tenho oportunidade de publicar uma receita nova mas amanhã ou depois, está prometido...
Além disso, com o iniciar do ano lectivo adivinham-se mudanças aqui pelo blog...

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Souflé de pescada e camarão

E a alimentação saudável continua aqui por casa... 
Desta vez, para além de saudável, também é muito bom: souflé de pescada e camarão!!!
 É uma daquelas receitas a repetir, com certeza.
Para esta receita, inspirei-me na revista  Teleculinária Especial nº1838 (a do mês de julho) que tinha um souflé de peixe no qual se usava garoupa. Como não tinha garoupa, usei uns filetes de pescada do Cabo e miolo de camarão (Pescanova, claro! ;) ). 
Ficaram fantásticos... Muito bons, mesmo!!!
Quanto ao aspecto, podiam ter "inchado" um pouco mais mas ao comer estavam super fofos (como um souflé deve ser!).







Obrigada Teleculinária, pela inspiração...
Obrigada, PescanovaSuldouro Navires e Vaqueiro, pelos produtos de qualidade...
Obrigada Gradirripas, pela ajuda para "criar" o ambiente da foto!!!
É muito bom ter parceiros assim... <3

Ingredientes:
150g de Miolo de Camarão Pescanova
3 ovos
1,5 dl de molho bechamel
2 colheres de sopa de queijo ralado
Sal q.b.
Pimenta Suldouro q.b.
Vaqueiro Sabores q.b.
Margarina para untar (usei Vaqueiro líquida)

Preparação:
Cozer os filetes de pescada e o miolo de camarão em água temperada com sal; 
Depois de cozidos, partir grosseiramente os filetes, colocar uma frigideira ao lume com 2-3 colheres de Vaqueiro sabores e, quando quente, saltear os pedaços de filetes e miolo de camarão; reservar;
Numa tigela, colocar o molho bechamel, o queijo ralado e as gemas, misturar bem e temperar com sal e pimenta; Adicionar a pescada e o miolo de camãrão salteados e envolver novamente;
À parte, bater as claras em castelo e, quando prontas, envolver cuidadosamente na mistura;
Untar as taças/ formas para souflé e colocar o preparado anterior sem encher demasiado;
Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, entre 12 a 15 minutos (o tempo é variável em função do tamanho do souflé); servir decorado a gosto e acompanhado, por exemplo, por arroz branco e salada.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Oficialmente de dieta: filetes de pescada cozida

Pelo menos durante esta semana (e se entretanto, me conseguir controlar!), estou oficialmente, de dieta!
Não que esteja com excesso de peso mas porque os dias que passei em casa da mamã  foram de "excessos"... Excesso de mimos (sim, mas disso não me queixo) e excesso de comida. Para a minha mãe aqui a filhota nunca comeu o suficiente e toca a "fazer uma força" como se eu tivesse 15 anos!!! Já viram este "filme" em algum lado ou só acontece comigo?!?

Por essa razão, os jantares têm sido bem leve: filetes de pescada cozidos com massa, bróculos e tomate.
Além de leve também é em equilibrado pois tem proteínas, vitaminas e sais minerais e não faltam os hidratos de carbono, ainda que em quantidade moderada. O facto de ser "cozido" faz com que esta refeição perca um pouco em "aspecto" mas, em contrapartida, não representa um acréscimo de lípidos.




Convencidos?!?
Espero que sim... :)

Ingredientes:
Bróculos congelados q.b.
Massa cotovelinhos q.b.
Azeite q.b.
Tomate q.b.

Preparação:
Num tacho com água com sal e com um fio de azeite, colocar a cozer os filetes e os bróculos;
Em outro tacho, cozer a massa "al dente"; (ficava talvez melhor com batata mas o meu filhote adora massa!)
Quando os filetes e os bróculos estiverem cozidos, servir temperado com azeite e vinagre e acompanhado da massa de tomate.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Cheesecake de amoras

Depois de uns dias a recuperar energias, como diria Pedro Abrunhosa " nos braços de minha mãe", estou de volta com um doce...
Já perceberam, com certeza, que adoro realmente cheesecakes e que qualquer altura é indicada para fazer um...
Desta vez, a "desculpa" foi um jantar de família e as amoras que fui apanhar... :)
Normalmente, sigo a mais ou menos a mesma receita, mas desta vez variei na base pois usei bolachas digestivas e na cobertura usei amoras e, em vez da tradicional gelatina, o gelificante vegetal Agar-agar da Vahiné que é feito à base de algas e menos calórico que a gelatina.








Não estando muito familiarizada com o agar-agar, que usei para a cobertura de amoras, se o objectivo inicial era obter uma cobertura mais ou menos líquida, obtive uma cobertura mais sólida, tipo gelatina. :P
De uma coisa me apercebi, o agar-agar dá bastante mais consistência do que as folhas de gelatina...

Mas, apesar desta "alteração de planos", relativamente à cobertura do cheesecake, gostei do resultado final...
Depois, foi só decorar com framboesas, amoras e umas folhas de hortelã...

Ingredientes para base:
200g de bolachas digestivas
60g de Vaqueiro líquida

Ingredientes para recheio:
1 embalagem de queijo Philadelphia light
2 pacotes de natas frescas de soja para bater Alpro 
8 folhas de gelatina incolor
80 g de açúcar (se gostarem das sobremesas doces, aumentem um pouco a quantidade de açúcar. Usei frutose da Sidul, pelo que reduzi a quantidade para, aproximadamente, 1/3)

Ingredientes para cobertura: 
Amoras q.b.
Metade do peso em açúcar Sidul
1 colher de sumo de limão
1 saqueta de agar-agar vahiné

Preparação Bimby:
Colocar as bolachas no copo e programar 10 seg/ vel 8;
Adicionar a manteiga e programar 10 seg/ vel 6;
Deitar a mistura na forma (uso das de abrir para ser mais fácil de desenformar), espalhar e ir pressionado de modo a formar uma base uniforme;
Colocar no frigorífico;
Colocar as natas no congelador;
Demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Colocar no copo o queijo Philadelphia e o açúcar, programar 1 min/ vel 4;
Colocar a borboleta e juntar ao preparado as natas, programar 1,5 min/ vel 3;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente), colocar no microondas durante 10-20 seg para ficar bem derretida;
Programar vel colher e ir deitando a gelatina derretida no copo da Bimby, programar 1 min/ vel 2;
Colocar este preparado sobre a base de bolacha e colocar, de novo no frigorífico;
Para a cobertura, desfazer um pouco as amoras juntamente com o açúcar e o sumo de limão e levar ao lume e deixar ferver cerca de dois minutos, mexendo sempre;
Adicionar o Agar-agar Vahiné e mexer até que comece a ferver. Desligar o lume e espalhar a cobertura por cima do recheio e levar de novo ao frigorífico até à hora de servir.

Preparação Tradicional:
Começar por triturar as bolachas;
Adicionar a manteiga amolecida às bolachas e misturar bem;
Colocar a massa na forma de abrir (para tornar mais fácil o desenformar do cheesecake), espalhar a mistura e pressionar bem;
Levar ao frigorífico enquanto preparamos o recheio;
Colocar as natas no congelador;
Demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Bater o queijo-creme com o açúcar, com a ajuda de uma batedeira, até a mistura ficar cremosa;
Juntar as natas, preferencialmente frescas, e bater bem com batedeira;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente) e colocar no microondas durante uns 10-20 seg de modo à gelatina ficar totalmente derretida;
Ir adicionando a gelatina no preparado mas mexendo sempre com batedeira;
Deitar o recheio por cima da base de bolacha e voltar a colocar no frigorífico;
Para a cobertura, desfazer um pouco as amoras juntamente com o açúcar e o sumo de limão e levar ao lume e deixar ferver cerca de dois minutos, mexendo sempre
Adicionar o Agar-agar Vahiné e mexer até que comece a ferver. Desligar o lume e espalhar a cobertura por cima do recheio e levar de novo ao frigorífico até à hora de servir.
Bom apetite!!! :)

Um prémio ajuda sempre...

Há algum tempo que andava menos entusiasmada com o blog até que, como que para ajudar, chega um convite, um prémio e duas parcerias pelas quis ansiava há algum tempo... :P
De uma das parcerias já vos falei num post anterior (Pescanova) e da outra parceria, falarei num futuro próximo... ;)

Hoje vou falar mesmo é de um prémio que recebi hoje, e do qual não estava mesmo à espera, e que foi nada mais nada menos do que o último livro Joana Roque: Receitas para todos os dias!!!


Foi num passatempo do Continente, em que tínhamos de participar com uma frase criativa.
Nada mau, pois não?!?
Vamos ver se me inspiro!!! :)

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Cubos de pota com feijão branco e arroz

E eis que fiz a minha primeira receita de pescado após estabelecer a parceria com a Pescanova.
Eu já costumava usar diversos produtos da marca mas agora é que vou mesmo experimentar os produtos que ainda não conhecia. :P
Foi uma receita bem simples e rápida mas que ficou bem agradável: cubos de pota com feijão branco e arroz.









O que acham?!?
Eu gosto e além disso, as Tiras de Pota da Pescanova são ricas em proteínas e apresentam um baixo teor de gordura!!!

Ingredientes:
1 embalagem de Tiras de Pota Pescanova
1 cebola
Azeite 5-6 colheres 
5 colheres Polpa de Tomate Compal da Horta 
1 lata de Feijão Branco Compal da Horta
Sal e água q.b.
Pimenta e louro em folha Suldouro q.b.
Arroz Aromático Bom Sucesso (para acompanhar)
Hortelã (para decorar)

Preparação:
Fazer um refogado com o azeite, a cebola e o louro;
Entretanto cortar as tiras de pota em cubos e reservar;
Quando o refogado estiver pronto, adicionar a polpa de tomate, a água e temperar com o sal e a pimenta; deixar levantar fervura,
Quando ferver introduzir os cubos de pota e deixar cozer;
Quando os cubos estiverem mesmo quase cozidos, colocar o feijão branco, se necessário rectificar os temperos e deixar ferver mais uns minutos; 
Servir com arroz aromático Bom Sucesso decorado com a hortelã!!!

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Cheesecake marmoreado de chocolate

Já perceberam o quanto gosto de cheesecakes e embora os costume fazer com frutas, depois de experimentar com chocolate, também gostei bastante. 
Então, decidi fazer um cheesecake marmoreado (ou swirl, se preferirem) com chocolate.
Ficou lindo e o facto do chocolate ir aparecendo "de quando em quando", hummm..
Vá, mas vou deixar-me de conversa e mostrar-vos como ficou (já que não dá para provarem!). :)





O que acham?!?
Eu acho que fica super vistoso e, além disso, muito bom!!!
Quem se atreve a fazer em casa?!?
Se tentarem depois digam e, porque não  postar as fotos no facebook do blog?!?
Fico à espera...

Ingredientes
Para a base:
175g de Bolachas Oreo (usei as com creme de chocolate)
50g de Vaqueiro líquida (podem usar manteiga derretida)

Para o recheio:
1 embalagem de queijo Philadelphia light
2 pacotes de natas frescas de soja para bater Alpro  (embora se possa fazer com natas normais)
8 folhas de gelatina incolor
70g de açúcar Sidul (reduzi um pouco relativamente ao cheesecake de frutas por causa do chocolate!)

Para o ganache de chocolate (à minha maneira):
100g de chocolate de culinária (usei da marca Deli&Co)
1 ovo grande
70g de manteiga derretida (usei Vaqueiro líquida)
70g de açúcar (usei Sidul)

Preparação Bimby:
Colocar as bolachas no copo e programar 10 seg/ vel 8;
Adicionar a manteiga e programar 10 seg/ vel 6;
Deitar a mistura na forma (uso das de abrir para ser mais fácil de desenformar), espalhar e ir pressionado de modo a formar uma base uniforme; Colocar no frigorífico;
Entretanto fazer o ganache de chocolate e para isso, colocar todos os ingredientes no copo, excepto o chocolate e programar 5 min/70º/vel 4;
Adicionar o chocolate, partido aos pedaços, esperar que derreta um pouco e bater 15 seg/ Vel 6 e reservar;
Para o recheio, colocar as natas no congelador e demolhar a gelatina em água fria e reservar; colocar no copo o queijo Philadelphia e o açúcar, programar 1 min/ vel 4;
Colocar a borboleta e juntar ao preparado as natas, programar 1,5 min/ vel 3;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente), colocar no microondas durante 10-20 seg para ficar bem derretida;
Programar na velocidade colher e ir deitando a gelatina derretida no copo da Bimby, programar 1 min/ vel 2;
Colocar metade deste preparado sobre a base de bolacha reservando o restante, colocar o ganache dechocolate a gosto e com a ajuda de um palito dar o efeito de marmoreado; 
Colocar o resto do preparado e voltar a colocar o chocolate e a "marmorear", como anteriormente, e levar ao frigorífico até servir.

Preparação Tradicional:
Começar por triturar as bolachas;
Pesar a manteiga e levá-la uns segundos ao microondas para amolecer (se usar vaqueiro líquida não precisa derreter!);
Adicionar a manteiga às bolachas e misturar bem;
Colocar a massa na forma de abrir (para tornar mais fácil o desenformar do cheesecake), espalhar a mistura e pressionar bem;
Levar ao frigorífico enquanto preparamos as restantes partes do cheesecake;
Entretanto fazer o ganache de chocolate e para isso, num tacho colocar todos ingredientes, excepto o chocolate, misturar bem e,  levar a lume brando, mexendo sempre, até levantar fervura;
Quando levantar fervura, desligar o lume e adicionar o chocolate partido aos pedaços e esperar que derreta; Depois, bater bem até ficar homogéneo e reservar;
Para o recheio, colocar as natas no congelador;
Demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Bater o queijo-creme com o açúcar, com a ajuda de uma batedeira, até a mistura ficar cremosa;
Juntar as natas, preferencialmente frescas, e bater bem com batedeira;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente) e colocar no microondas durante uns 10-20 seg de modo à gelatina ficar totalmente derretida;
Ir adicionando a gelatina no preparado mas mexendo sempre com batedeira;
Colocar metade deste preparado sobre a base de bolacha, colocar um pouco do chocolate e com a ajuda de um palito dar o efeito de marmoreado; 
Colocar o resto do preparado e voltar a colocar o ganache de chocolate e a "marmorear", como anteriormente, e levar ao frigorífico até servir.
Bom Apetite!!! :)

sábado, 9 de agosto de 2014

Gelatina de melancia light Condi

A sugestão de hoje é mais uma sobremesa saudável e que o M* adorou, gelatina de melancia light da Condi (com pedaços de melancia).
Esta foi a primeira vez que experimentei gelatina de melancia e gostei mesmo muito. Não é demasiado doce e a mistura com a melancia (fruta) fica mesmo muito bem.
Além disso, o facto de ser light (com 0% de açúcares) faz com que esta seja uma uma óptima opção e a possamos comer (quase) sem restrições. .)




A melancia, aos pedaços, não se vê bem devido à semelhança de cores mas está lá e sente-se bem ao degustar.

Ingredientes: (para 6 gelatinas individuais)
1 embalagem de gelatina de melancia light Condi
Melancia (para colocar no interior da gelatina e para decorar)
Folhas de hortelã (para decorar)

Preparação:
Para fazer a gelatina, seguir as instruções da embalagem e distribuir por umas pequenas formas;
Depois, fazer umas "bolas" de melancia e colocar umas 3 em cada forma;
No final, tapar as formas (caso tenham tampa, como as minhas) e colocar no frigorífico até servir;
Na hora de servir, desenformar as gelatinas e decorar com hortelã e melancia.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Chavenas e companhia ;)

Não sei se este post vai interessar a alguém mas aqui vai... :P
Estão a ver as ofertas que nos dão na compra de um ou outro produto?!? 
Eu acho piada a muitas delas... :)
Não sou de comprar um produto só pela oferta, no entanto, se até já o costumo comprar e se se levar, por exemplo, mais um derem algo que goste, porque não?!? :P

Eu adoro Nutella!!!
Desde miúda que me lembro de comer Nutella em França e não é que, quando fui às compras, no Jumbo ofereciam esta chávena super fofa (e que existia com várias cores em vez do tom castanho), na compra de uma embalagem grande ou 2 médias?!?
É claro que nem pensei duas vezes... :P


Vá lá, é linda, não é?!? <3

Na mesma semana, ao comprar as minhas cápsulas de Nesspresso recebi, na compra de 130 cápsulas mais uma chávena mas esta, para café...
Também não é nada feia mas a outra é muito "mai linda"...


Não sei se vocês também gostam destas ofertas e se este post interessa a alguém mas se vir que vos interessa posso passar a referir as ofertas que veja ou traga para casa.
Beijinhos...

Salada de atum, feijão frade, tomate e ovo

Com o tempo mais quente (sim, por aqui tem estado quente!) e fazendo uns pequenos-almoços mais "compostos" quando chega a hora do almoço a fome não é muita...  Assim,  cá em casa temos optado por refeições bem leves e saudáveis como esta salada de atum, feijão frade, tomate e ovo.




O que acham da sugestão?!?
Nós por aqui gostamos... rápido e saudável!!!

Ingredientes: (para 2 pessoas)
2 lata de atum ao natural 
1 lata de Feijão Frade Compal da Horta
4 tomates
1 cebola pequena picada (opcional)
2 ovos 
Azeite e vinagre q.b. para temperar

Preparação:
Começar por pôr os ovos a cozer;
Entretanto, colocar feijão frade, depois de passar por água, numa saladeira e reservar;
Escorrer o atum e adicionar ao feijão;
Lavar os tomates e cortá-los às rodelas (eu cortei em meias-rodelas) e acrescentar ao atum e feijão;
Se gostar, acrescentar uma cebola picada;
Quando os ovos estiverem cozidos, descascar, cortar às rodelas e colocar na salada;
Escolher um molho para a salada (molho de iogurte, cocktail...) nós, e de modo a ser mais saudável, optamos por temperar com azeite e vinagre).

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Parceria Pescanova

É com imensa satisfação e orgulho que vos dou a conhecer a pareceria que o blog estabeleceu com a Pescanova!!! :*


A Pescanova foi fundada em 1960, em Vigo, a Pescanova deve grande parte do seu sucesso a José Fernández López, fundador da empresa. José Fernández López introduziu uma revolução no sector das pescas ao desenvolver o processamento do pescado a bordo, através de grandes navios congeladores (barcos-fábrica), o que permitiu fazer chegar o pescado a pessoas e lugares, aos quais anteriormente era impossível.
Caracterizada por ser uma empresa pioneira, a Pescanova introduziu a congelação em alto mar, participou no nascimento da aquicultura e hoje lidera diversas investigações sobre alimentação. A Pescanova é a única empresa pesqueira que detém e controla todos os processos da cadeia: desde a extracção e cultivo da proteína marinha, até ao seu processamento, distribuição e comercialização nos melhores mercados do mundo. 
Actualmente, o Grupo Pescanova é um dos dez primeiros da indústria pesqueira no mundo. É especializado em pesca extractiva, cultivo, processamento e comercialização de produtos do mar e líder neste segmento de congelados em Portugal e Espanha. 
Além disso, e o que para mim como bióloga é ainda mais importante, a Pescanova preocupa-se com a sustentabilidade, pois a captura, manipulação e processamento do pescado e dos produtos pesqueiros é feito de forma a preservar o valor nutritivo, a qualidade, e a iniquidade dos produtos, mas também reduzir os desperdícios e minimizar os efeitos negativos face ao meio ambiente e emprega técnicas, meios e práticas de pesca de forma apropriada para reduzir a captura de espécies de pesca não alvo, tal como outras espécies sensíveis como aves ou mamíferos, ou ameaçadas ou em perigo de extinção. :)

Resta-me dizer que, doravante, as receitas do blog feitas com pescado congelado serão unicamente da marca Pescanova
Obrigada Pescanova pelo voto de confiança verão que não se vão arrepender!!!

Puré de maçã com iogurte e canela, uma sobremesa saudável

Como prometido, e após a "tentação" de ontem, a sugestão de hoje pode servir de sobremesa ou lanche mas é saudável: Puré de maçã com iogurte e canela.
Esta sobremesa é a prova que, por vezes, basta substituir um ou outro ingrediente para conseguirmos reduzir o valor calórico sem prescindir do sabor.
A inspiração para este post foi uma receita da revista Teleculinária deste mês, nº1842, (que está fantástica!!!) mas não segui a receita à risca pois usei a Bimby para fazer o puré.




Apesar de eu ter usado a Bimby esta receita é bem fácil...

Ingredientes (para 5 copos ou taças):
1 Kg de maçãs
3 iogurtes cremosos (usei tipo grego light)
Açúcar Sidul a gosto 
Canela Suldouro (em pó para polvilhar)
Hortelã para decorar

Preparação Bimby:
Colocar as maças, depois de descascadas, sem sementes e cortadas aos pedaços, no copo e programar 20min/ 100º/Vel 3;
Ver se as maçãs estão cozidas (depende da variedade e do grau de maturação da maçã), caso contrário programar mais uns 5min/ 100º/Vel 3;
De seguida, triturar a maçã. Se desejar um puré homogéneo programar 1 min/vel 7 se preferir encontrar pedaços reduzir o tempo e velocidade e ir vendo até ficar a gosto;
Colocar a maçã nos copos ou taças até mais ou menos ao meio e deixar arrefecer um pouco reservando um pouco do puré para coloca por cima do iogurte; Adicionar o iogurte, colocar o resto do puré de maça, polvilhar com canela e decorar com as folhas de hortelã.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Chessecake com cobertura de chocolate

Se, claro, me preocupo com a saúde e linha, hoje foi dia de cometer um pequeno pecado. 
Por um lado porque causa de uma visita mas também porque ontem à noite, quando ia usar as amoras silvestres, olhei para o chocolate que a Casa Grande Chocolatier me enviou e não resisti... :P
Assim, em vez de fazer a dita sobremesa de amoras saiu um Cheesecake de chocolate de comer e chorar por mais... :)
Não acreditam?!?
Vejam só...





Pecaminoso, não é?!?
Fica com um aspecto fantástico e um sabor irresistível!!!
Sou fã de cheesecakes mas, normalmente, faço-os com fruta... 
Para a próxima faço uma sobremesa saudável, prometo... 
Ou se calhar, é melhor não prometer... :P

Ingredientes:
Para a base:
175g de Bolachas Oreo
50g de Vaqueiro líquida  

Para o recheio:
1 embalagem de queijo philadelphia light
2 pacotes de natas frescas de soja para bater Alpro 
8 folhas de gelatina incolor
70g de açúcar Sidul (reduzi um pouco relativamente ao cheesecake de frutas por causa do chocolate!)

Para a cobertura:
100g de Fondue de chocolate Casa Grande Chocolatier

Preparação Bimby:
Colocar as bolachas no copo e programar 10 seg/ vel 8;
Adicionar a manteiga e programar 10 seg/ vel 6
Deitar a mistura na forma (uso das de abrir para ser mais fácil de desenformar), espalhar e ir pressionado de modo a formar uma base uniforme; Colocar no frigorífico;
Colocar as natas no congelador e demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Colocar no copo o queijo Philadelphia e o açúcar, programar 1 min/ vel 4;
Colocar a borboleta e juntar ao preparado as natas, programar 1,5 min/ vel 3;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente), colocar no microondas durante 10-20 seg para ficar bem derretida;
Programar vel colher e ir deitando a gelatina derretida no copo da Bimby, programar 1 min/ vel 2;
Colocar este preparado sobre a base de bolacha e colocar, de novo no frigorífico;
Derreter as pepitas de chocolate no microondas e colocar como cobertura quando for servir...

Nota: Fiz na Bimby, pois é mais prático e rápido, mas dá perfeitamente para fazer sem ela...  :)