domingo, 28 de junho de 2015

Frango de caril com batata-doce

Há algum tempo que queria experimentar batata doce. Não só pelo sabor mas, sobretudo, pela sua riqueza nutricional.
Muito versátil, a batata doce é rica em vitamina A (uma batata-doce de tamanho médio fornece quase a dose diária recomendada dessa vitamina), vitamina B6 (que contribui para o bom funcionamento do sistema imunitário) e sais minerais como o cobre (importante para a mineralização dos ossos e qualidade das cartilagens e bom funcionamento do miocárdio), entre outros.
Foi por estas razões que decidi introduzir a batata-doce nos menus cá de casa (e do blog, claro!). 
A primeira receita, frango de caril com batata-doce, foi simplesmente adorada pela outra Ginja que não se cansou de falar nela e como tínhamos de repetir...
Mas é verdade, para além de um prato "bonito" (mais uma vez usei o Dekostar da Börner... já não passo sem ele!!!), as novas Alpro Coconut (http://asvariasfacesdaginja.blogspot.pt/2015/06/receber-as-novidades-que-os-meus.html) deram um toque exótico mas sem o tornar "pecaminoso"... :)




O que acharam do aspecto?!?
Ingredientes: (4 pessoas)
30g óleo
3 colheres de sobremesa de caril (usei Suldouro)
500g peito de frango
200 g batata-doce (usei variedade baby)
150 g água
1 caldo de carne
1 emb. Alpro Alternativa às Natas à base de Coco (250 ml)
Coentros picados q.b.

Preparação:
Colocar no copo o óleo e o caril e aquecer 2 min/ Varoma/ vel 2;
Adicione o peito de frango, cortado às tiras, a batata-doce, cortada aos pedaços (eu usei o Dekostar!), a água, o caldo de carne e a embalagem de Alpro Coco e programar 10 min/ Varoma/ / vel ;
Rectificar os temperos e, se necessário adiconar um pouco de água, e programar +ou- 10 min/ 100ºC/ / vel ;
Sirvir polvilhado com os coentros picados e acompanhado por arroz seco.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Saladinha de bacalhau e feijão frade

Com o calor que se faz sentir e com o M* comigo em casa, aproveito para fazer umas refeições bem frescas e rápidas para mim como é o caso desta saladinha de bacalhau e feijão frade, uma salada bem "nossa", bem "Portuguesa".
Neste caso, usei  Bacalhau (à Portuguesa), da Naval, que me surpreendeu pela positiva, e feijão frade, Compal da Horta.
Para dar aquele efeito à cenoura usei o DekoStar da Börner (ficaram lindas, não acham?!?) .




Este tipo de refeição, para além de rápida é saudável e saborosa.
Quanto à receita, embora não haja muito a acrescentar, aqui fica...

Ingredientes: (Para 2 pessoas)
2 latas de Bacalhau à Portuguesa Naval
1 lata grande de feijão frade Compal da Horta
2 ovos
1 cebola pequena
Azeite q.b.
Vinagre q.b.
Azeitonas pretas (opcional)

Preparação:
Colocar o feijão frade (escorrido) em água a ferver durante uns 5 a 7 minutos, escorrer e colocar na saladeira de serviço;
Escorrer as conservas de bacalhau e distribuir as lascas de bacalhau por cima do feijão frade. 
Decorar com os ovos, descascados e cortados ao meio ou em gomos, azeitonas pretas (eu não usei porque a outra Ginja não aprecia!), cenoura e hortelã.
Na altura de servir, temperar a gosto com azeite e vinagre, e a cebola picada.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Oliveirinha, o novo Oliveira da Serra!!!

A pensar em todas as mamãs e nos seus filhos nasceu Oliveirinha, um azeite especial, perfeito para os bebés dos 6 meses aos 3 anos de idade. 
Com apenas 0,3% de acidez, é um azeite virgem extra muito suave e delicado por ser produzido predominantemente a partir de azeitonas da variedade arbequina e que permite desde cedo a introdução desta gordura de forma saudável e equilibrada. Criado cuidadosamente para responder às necessidades dos bebés, é o verdadeiro aliado das mães nas primeiras descobertas dos seus filhos pelo mundo dos sabores.

Com a ajuda do Chef Vitor Sobral, Oliveira da Serra desenvolveu receitas muito práticas, saudáveis e variadas que podem ser consultadas no site de Oliveira da Serra (oliveiradaserra.pt) ou na página de Facebook (ReceitasOliveiradaSerra).

Como já devem ter percebido, o M* foi seleccionado para experimentar o novo Oliveirinha. :)
Obrigada Oliveira da Serra e obrigada Youzz!!! :)



Ah, e já sabem, se quiserem ser convidadas(os) para testar produtos das marcas que mais gostam façam o vosso registo na "Youzznet: for brand lovers" e para isso só tens de "clicar" no Banner (imagem aqui no blog que se encontra mesmo no final da coluna à direita!!!).

domingo, 14 de junho de 2015

Quiche (sem natas) de argolas do mar

Aqui por casa, como a fruta tem abundado, andamos sempre a petiscar... 
Umas cerejas agora, uns alperces depois... E logo as minhas duas frutas predilectas!!!
Por essa razão, as refeições têm sido bem leves como é o caso desta quiche de argolas do mar, sem natas.
Não sei se já se aperceberam que tenho feito muitas receitas com as argolas do mar da Pescanova? É que ando completamente viciada nelas... Ficam bem em tudo e são tão rápidas de cozinhar (isso e terem um baixo teor de gordura e serem ricas em proteínas!).




Ingredientes para a massa (tipo massa quebrada):
200g farinha
90g margarina
45g água
0,5c. chá de sal
0,5c. chá de açúcar

Ingredientes para o recheio (3 pessoas):
1 embalagem de argolas do mar Pescanova (embora não tenha usado toda a embalagem)
1 lata (pequena) de milho cozido
3 ovos
500g de leite
50g de farinha
Sal q.b.

Preparação:
Colocar no copo (da Bimby) todos os ingredientes para a massa e programar 15 seg/vel 6;
Estender a massa com a ajuda de um rolo e forrar uma tarteira;
Colocar no copo os ovos, o leite, a farinha e uma pitada de sal e programar 20 seg/vel 5 e reservar;
Colocar as delícias, cortadas às rodelas, as argolas do mar, o milho e deitar a mistura reservada;
Levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, até ficar pronta.

Nota: Usei a Bimby porque facilita realmente a parte de fazer a massa. Quem optar por usar massa quebrada, de compra, pode misturar os ovos, leite e farinhas com varas de arame!!!

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Novas Alpro Alternativa às Natas, à base de Coco

Receber as novidades que os meus parceiros vão lançando e poder experimentar esses  produtos é, para mim, um verdadeiro prazer... 
Foi o que aconteceu com as novas Alpro Alternativas às Natas culinárias à base de Coco.
Para quem goste do exótico sabor do coco, como eu gosto, estes Alpro Alternativa às Natas, à base de Coco, são um cremoso leite de coco para cozinhar, ideal para usar em pratos asiáticos ou, sei lá,  para fazer um delicioso bolo de coco.
 E o melhor de tudo é que é naturalmente doce, com apenas 9% de gordura, e isenta de lactose, o que a torna mais fácil de digerir.


Agora, mal tenha oportunidade, é só lançar mãos à obra e deliciar-me, com certeza!
Obrigada, Alpro!!!

terça-feira, 9 de junho de 2015

Compota de morangos (com pectina Condi)

Quando tenho muitos morangos e não os quero deixar estragar opto por, ou congelar ou fazer compota.
Esta receita de compota foi adaptada da do livro base da Bimby, mas desta vez usei pectina que me foi enviada pela Condi.
Com a adição de uma saqueta de pectina a compota não precisa de "ferver" tanto, fazendo-se bem mais rápido.




Ingredientes:
500g de morangos
250g de açúcar Sidul
Pectina Condi

Preparação Bimby:
Pode simplesmente seguir as instruções presentes na embalagem de pectina ou, como eu, optar por fazer um pouco diferente... Nesse caso, no copo juntar todos os ingredientes e programar 10 seg /vel 5 (se quiser encontrar pedaços no doce, guarde uma parte dos morangos e acrescente só no passo seguinte);
Programar 10 min /varoma /vel 1 e substituir o copo de medida pelo cesto (este passo permite uma maior/ mais rápida evaporação).
No final do tempo, verificar se a compota apresenta a consistência desejada e, se necessário, programar mais 5 min /varoma /vel 1 (normalmente, não é necessário, mas depende dos morangos e do gosto de cada um!!!).
Quando o doce estiver pronto, colocar nos frascos esterilizados, tapar enquanto quentes (para diminuir a proliferação bacteriana) e colocar os frascos ao contrário (o que cria um "vácuo natural" que ajuda a conservar o doce).

Nota: O facto de se reduzir a quantidade de açúcar, diminui também o tempo de conservação da compota, uma vez que é o açúcar o responsável pela conservação. Daí que esta deva ser guardada no frigorífico. Se quiserem uma receita de compota que aguente mais tempo, terão de aumentar bastante a quantidade de açúcar.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Cupcakes para o "Dia da Criança", 2º aniversário do blog e "Dia um... na cozinha"

Estes cupcakes têm um triplo propósito: festejar o 2º aniversário do blog, o "Dia da Criança" (e os 29 meses do M*) e participar em mais um "Dia um...Na cozinha"!!!
Sendo uma segunda-feira e como os queria fazer no próprio dia para degustar à noite, em família, aproveitei os miminhos da Vahiné e aqui estão uns cupcakes super rápidos de fazer e tão bons!!!
A primeira "fornada" que fiz na minha máquina de cupcakes ficou mal cozida daí que os restantes ficaram mais uns minutos para garantir que estavam no ponto.
No final, decorei-os com chocolate e muitos corações da Vahiné e aqui estão eles...



O que acham do aspecto?!?
Ingredientes:
140g de manteiga (usei Vaqueiro líquida)
100g de açúcar (eu cortei um pouco!)
3 ovos
200g de farinha com fermento
1 pitada de sal
Cobertura de chocolate para cupcakes da Vahiné
Decorações da Vahiné

Preparação:
Para os bolinhos eu usei uma máquina de cupcakes mas podem fazê-los pelo método tradicional. Nesse caso, pré-aquecer o forno a 180ºC;
Colocar todos os ingredientes no copo e programar 1 min/ Vel 3, no caso de usar um robot, ou então, numa tigela e bater com vara de arames;
Colocar as "caixas" na forma para queques e, com a ajuda de duas colheres, repartir a massa, preenchendo cada caixinha até aos 3/4;
Colocar a máquina de cupcakes a funcionar ou levar ao forno durante aproximadamente 20 minutos (o tempo é uma estimativa!);
Depois de prontos, deixar arrefecer e colocar a cobertura.
Eu usei uma cobertura da Vahiné e depois foi só colocar as decorações em açúcar (também da Vahiné!).
https://www.facebook.com/groups/diaumnacozinha/?fref=ts