quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Compota de abóbora e amêndoa

Não sou propriamente uma Ginja de Outono mas uma coisa é certa, sei apreciar as suas cores e sabores.
Um dos símbolos desta época é a abóbora e desta vez foi quem eu escolhi para ser a estrela da próxima receita. Que receita é essa, perguntam vocês?!? Algo que nunca tinha feito mas que ficou muito boa, uma compota de abóbora e amêndoa.






Sendo a primeira vez, optei por usar o meu robot e, para me facilitar (ainda mais) o trabalho, decidi uma Pectina da Condi. Para quem não conhece, a pectina é um gelificante natural derivado da maçã que, adicionado ao açúcar, vai tornar os doces e compotas mais homogéneos e espessos, reduzindo o tempo de fervura e preservando os nutrientes e o sabor natural da fruta.
Caso não tenha robot, na embalagem da pectina tem uma receita que poderá seguir!!!
Espero que gostem pelo menos tanto como aqui em casa!!!
Beijinhos!!! ❤
Ingredientes:
500g abóbora, cortada em pedaços pequenos
250g açúcar amarelo
Sumo de 1/2 laranja
1 pau de canela
1/2 embalagem de Pectina Condi (12,5g)
Amêndoa laminada a gosto

Preparação Bimby:
Coloque no copo a abóbora e triture 15 seg/vel 6.
Adicione o açúcar, o sumo da laranja, o pau de canela, a pectina e programe 20 min/100°C/vel 1.
Retire o pau de canela e programe 15 seg/ vel 6. 
Adicione a amêndoa laminada e envolva com a ajuda da espátula. 
Deite logo de seguida em frascos previamente esterilizados fechando de imediato para criar vácuo.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Bolachas de manteiga (com dispara-biscoitos)

O outono chegou e, normalmente, convida a um chá com umas bolachas de manteiga e "dois dedos de conversa". Fala-se das temperaturas, da falta de chuva... fala-se de tudo e de nada e vão-se saboreando umas bolachas de manteiga homemade.




Este chá com bolachas funciona como uma dupla terapia... Primeiro, fazer as bolachas... depois, sentar-me e apreciar!!!
Estas bolachas fazem-se num instante pois é só fazer a massa e "disparar" as bolachas para um tabuleiro com um tapete de silicone com a ajuda de um "dispara-biscoitos" (Atenção: não dá para usar papel vegetal pois elas não aderem!).
O dispara-biscoitos tem várias "saídas" que permitem fazer bolachas com formatos diferentes, desde flores a pinheirinhos (lindos para as bolachas de Natal).
Se não há dúvida que todos os acessórios (desde do dispara-biscoitos ao tapete de silicone, etc) existem na DeBORLA, claro está que este conjunto de chá também é da marca (e da campanha que termina já a 16 de outubro)!!! Se ainda não passaram por lá, aproveitem este últimos dias!!! 
Ah e depois, digam se gostaram das bolachas!!!
Beijinhos!!! ❤
Ingredientes:
300g de farinha
200g de manteiga amolecida
100g de açúcar
1 saqueta de açúcar baunilhado
1 ovo
Raspas de limão (opcional)

Preparação tradicional:

Juntar todos os ingredientes numa tigela e amassar até obter uma massa lisa;
Com essa massa, fazer um rolo e (com ele) encher a prensa do dispara-biscoitos;
Depois, é só disparar para cima de um tabuleiro revestido com tapete de silicone e levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até ficarem prontos.

Preparação Bimby:
Colocar no copo todos os ingredientes e programar 3 min/ vel espiga. 
Retirar a massa do copo e fazer um rolo e (com ele) encher a prensa do dispara-biscoitos;
Depois, é só disparar para cima de um tabuleiro revestido com tapete de silicone e levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até ficarem prontos.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Mexilhões picantes com batata frita

Feriados e fins-de-semana são ideais para petiscos e lanches ajantarados.
E desta vez apeteceu-me fazer algo tipo "des moules et des frites" assim, fizeram-se uns mexilhões picantes acompanhados por umas batatas fritas Julienne (feitas no forno).




Embora não faça muitas vezes, adoro e, na verdade, é um prato bastante comum em certas zonas de França.
A receita foi adaptada da Revista Robot do mês de julho e está aprovadíssima, as batats são da McCain e a decoração, essa, é da DeBORLA.
Beijinhos!!! ❤


Ingredientes:
1000 g mexilhões
50g azeite
110g cebola
3 dentes de alho
100 g pimento verde
100 g pimento vermelho
1 malagueta pequena
1 lata pequena de tomate em pedaços
Sal q.b.
Batatas fritas Julienne para Forno (McCain)

Preparação Bimby:
Colocar na varoma os mexilhões bem lavados e reservar;
Colocar no copo o azeite, a cebola, os alhos, os pimentos cortados às rodelas e picar 5 seg/vel 5;
Com a ajuda da espátula baixar os resíduos das paredes do copo e programar 5 min/varoma/vel 1;
Juntar o tomate, o sal, a malagueta, colocar a varoma e programar 30 min/Varoma/vel 1;
Colocar os mexilhões numa travessa de servir, cobrir com o molho preparado e acompanhar com as batatas fritas Julienne, feitas no forno.
Bom apetite!!!

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Brioche (tipo Russa)

Nesta altura já esperava uma temperatura que convidasse a ligar o forno mas não... 
Por aqui, estamos com uns singelos 34ºC que convidam a muita coisa, menos trabalhar....
Mas como sou uma Ginja de ideias fixas, decidi... está decidido... Hoje temos brioche (assim com uma forma estanha e que por isso chamam de Russa!) e "mais nada"!!!




Não ficou perfeita... mas também foi a primeira vez que fiz um brioche (shame on me, I know!!!).
Mas para desviar a vossa atenção de uma ou outra imperfeição, usei esta louça linda de madrepérola e bambu (DeBorla).
O craquelado no exterior é tão lindo que tirei uma foto só para poderem ver...


E para a confecção usei uma forma de bolo inglês (também da DeBorla).


Esta é uma boa sugestão para acompanhar um chá ou para o pequeno-almoço de feriados ou fim-de-semana!!!
E que tal experimentarem já amanhã?!?
Beijinhos... ❤

Ingredientes: (1 brioche como o da foto)
150 g leite
1 pitada sal
50g açúcar
50g margarina
3 gemas de ovo
20g de fermento de padeiro fresco
400 g farinha
1 gema de ovo, p/ pincelar
pepitas 3 chocolates q.b.
Nozes trituradas q.b.


Preparação Bimby:
Colocar no copo do robot o leite, o sal, o açúcar, a margarina e programar 1 min/37°C/vel 2.
Adicionar as gemas, o fermento e programar 10 seg/vel 2.
Adicionar a farinha e programar 1 min/vel espiga.
Com a ajuda de um rolo, estender a massa de modo a fazer um rectângulo de 30X50 cm.
Colocar as pepitas de chocolate e as nozes trituras (mas reservar pepitas e nozes para colocar em cima) e enrolar de modo a formar um "cilindro".
Cortar as duas extremidades do "cilindro" e reservar. (ver figura abaixo)
Cortar o "cilindro" a meio, unir nas pontas e colocar uma das extremidades reservadas. (ver figura abaixo)
Enrolar as duas partes do "cilindro" e na parte final colocar a outra extremidade reservada. (ver figura abaixo)
Colocar numa forma para bolo inglês polvilhada com farinha, pincelar a superfície com gema de ovo, colocar as pepitas e nozes reservadas e levar a forno pré-aquecido a 50°C durante 20 minutos, para que dobre de volume. Quando dobrar de volume, aumentar a temperatura para 180°C cerca de 25 minutos.

  
(Imagem retiarada da net)

sábado, 30 de setembro de 2017

Bacalhau à Brás saudável (sem batata)

Ontem, depois de um dia de aulas complicado, estava "down" e quando estou assim só me apetece comer... passei o resto do dia a pensar num bacalhau à Brás. Como o problema deste prato são as  batatas fritas, fui até ao frigorífico ver quais as minhas possibilidades.  
Com o tinha em casa fiz um bacalhau à Brás com legumes (cenoura e courgete) e sem batata frita. Moral da história, um bacalhau à Brás saudável.






Pode não ter ficado tão bonito como a receita tradicional mas, em contrapartida, pude comê-lo sem peso na consciência...
Esta é uma das versões saudáveis deste prato tão Português e faz-se tão bem tanto com como sem robot.
E claro, optei por usar esta louça linda (DeBORLA, claro!) que "enche de graça" qualquer comida por mais simples que esta seja.
Espero que tenham gostado desta sugestão...
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes: (4 pessoas)
1 embalagem de Bacalhau Desfiado Pescanova
60g azeite
2 cebolas grandes
2 dentes de alho
3 cenouras grandes
3 cougetes
5 ovos
Flor de sal e pimenta q.b.
Salsa picada para polvilhar
Azeitonas pretas a gosto

Preparação tradicional:
Numa panela com água, coza o bacalhau. Quando pronto, escorra e reserve;
Espiralize a cenoura e courgete e reserve.
Num tacho coloque o azeite, a cebola cortada às rodelas finas e os alhos picados e deixe refogar.
Adicione a cenoura espiralizada e deixe cozinhar um pouco.
Coloque o bacalhau, envolva bem e deixe ganhar um pouco de sabor.
Junte a courgete espiralizada, mais uma vez envolva bem, e deixe cozinhar uns 2-3 minutos
Entretanto, bata os ovos e, quando batidos, deite-os por cima do bacalhau. Misture tudo muito bem, junte a pimenta e retifique o sal, e deixe cozinhar um pouco.
Polvilhe com a salsa picada, enfeite com as azeitonas e sirva de seguida.
Preparação Bimby:
Comece por espiralizar a cenoura e cougete e reserve.
Coloque no copo o azeite, a cebola, o alho, pique 5 seg/vel 5 e refogue 5 min/Varoma/vel 1.
Adicione o bacalhau  e a cenoura espiralizada e cozinhe 5 min/100°C/inversa vel colher.
Adicione a courgete espiralizada e cozinhe 2 min/100°C/inversa vel 2.
Retire para uma frigideira e leve ao lume.
Coloque no copo os ovos e bata 10 seg/vel 2. Retire e deite por cima do bacalhau, misture tudo muito bem e tempere com sal e pimenta. Polvilhe com a salsa, enfeite com as azeitonas e sirva de seguida.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Os meus mais recentes livros.....

Hoje, vou falar-vos de duas das minhas mais recentes aquisições...
O primeiro, um livro muito visual, com fotografias lindas: Tartes-Flor e Tartes-Sol de Coralie Ferreira.
O livro contém 35 receitas com truques simples e em poucos passos.


O segundo, Prazer sem Pecado, apresenta 65 receitas de doces para gulosos com juízo!!! 
É interessante porque resulta do trabalho do chef de pastelaria, Gilberto Costa, com a nutricionista, Cláudia Viegas.


Quando o meu novo livro chegar prometo que vos falo um pouco dele mas uma coisa é certa, vai ser um top de vendas!!! 
Beijinhos ❤

Peito de frango com molho de amendoim

Por aqui estamos a (tentar) controlar a nossa alimentação.
Mas tudo com peso e medida... Precisamos de todos os nutrientes para o bom funcionamento do nosso organismo e portanto não há motivo para banir nenhum alimento. Temos é de moderar o seu consumo. 
Além disso, a (minha) vida seria muito triste sem um miminho alimentar!!! :D
Desta vez (e após uns dias com grelhados acompanhados por legumes salteados e/ou salada) optei por fazer uns peitos de frango com molho de amendoim que acompanhei com arroz branco.





A receita ficou boa mas, para a próxima,  vou colocar um pouco de tomate para dar cor e sabor!!!
Já a louça  essa, iluminou a minha mesa. É linda não é?!? 
Esta coleção em azul é linda e não deixa ninguém indiferente (é da DeBorla!!!)... 
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes: (3-4 pessoas)
500g de peito de frango (partido aos cubos)
50g amendoim (podem usar crú ou torrado)
1 cebola pequena
2 dentes de alho
20g azeite
20g vinho branco
Flor de sal e pimenta, q.b.
30g natas de soja light
Sementes de papoila q.b.

Preparação tradicional:
Num liquidificador colocar o amendoim e cerca de 80g de água e triturar até obter uma pasta. Retirar e reservar.
Num tacho colocar o azeite, a cebola e o alho, ambos picados, e refogar.
Adicionar peito de frango partido aos cubos, o vinho, a flor de sal, a pimenta e deixar cozinhar mexendo de vez em quando.
Quando o frango estiver cozido, retirar mas deixando no tacho o molho.
Ao molho do tacho, adicionar a pasta de amendoim reservada e as natas de soja e deixar cozinhar mais uns minutos. Depois disso,ou usar uma varinha mágica para triturar tudo ou então colocar o molho no liquidificador e triturar.
Servir o frango com o molho, decorado com sementes de papoila, e acompanhado por arroz branco.


Preparação Bimby: 
Colocar no copo o amendoim, 80g de água e triturar 10 seg/vel 8. Retirar e reservar.
Colocar no copo a cebola, o alho, o azeite e programar 5 seg/vel 5, descer os resíduos da parede do copo com a espátula e refogar 5 min/100ºC/vel 1. 
Colocar a borboleta , adicionar o peito de frango partido aos cubos, o vinho, a flor de sal, a pimenta e programar 15 min/100ºC/ vel colher (uso a borboleta para o frango não desfiar!).
Retirar a borboleta e o frango mas deixar o molho no copo. 
Adicionar ao molho a pasta de amendoim reservada e as natas de soja e programar 2 min/90°C/vel 1. 
Triturar 30 seg/vel 5-6-7 (dar uns segundos antes de abrir a tampa!) e servir o frango com o molho, decorado com sementes de papoila, e acompanhado por arroz branco.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

A coleção Deco 2017 Outono/ Inverno da DeBORLA

Cada vez que me apercebo que vai chegar uma nova campanha DeBORLA, fico ansiosa. É espantoso como, após todo este tempo em que tenho seguido a marca, me continuem a surpreender.
É (já) como se de uma rotina se tratasse... Percorro o folheto virtual, faço a minha whislist e marco na agenda a minha ida à loja (nem que para isso tenho de alterar os planos!).

Desta vez, na coleção "Deco 2017 Outono/ Inverno", e em termos de decoração para o blog (e para a minha cozinha, claro!!!), optei por um conjunto de louça em tons de azul, ao mesmo tempo jovial e elegante, e que permite mil e uma combinações...



... e uma travessa e tigelas em madrepérola, lindíssimos para levar à mesa ou até mesmo usar como decoração.



Existem tabuleiros de vários tamanhos para completar este conjunto mas tive de seleccionar...
É claro que trouxe mais uma coisa ou outra mas isso fica para outro post... :)

Mas falemos da minha ida à DeBORLA... chego à loja, localizo os artigos da minha whislist mas, acontece sempre a mesma coisa... há sempre (muitas) outras coisas que me "chamam à atenção"... 
Mas se, normalmente, são coisas pequenas que até posso trazer comigo, desta vez passei todos os limites...
E porquê, perguntam vocês?!? 
Porque me apaixonei literalmente não por uma mas sim, por duas mesas (uma para sala de jantar e outra mais pequena mas no mesmo estilo, para a sala de estar). Com muita pena minha, não encaixam na decoração da minha sala mas que são lindas e não me vão sair da cabeça durante muito tempo isso, podem crer.

E vocês, já foram ver a nova coleção "Deco 2017 Outono/ Inverno" à loja DeBORLA?
Se não foram ainda vão a tempo e depois digam o que acharam.
Beijinhos! ❤

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Manteiga de cajú homemade

Cá em casa somos fãs das manteigas de frutos secos. Há um tempo deixei-vos a receita de manteiga de amendoim (podem ver aqui) mas esta semana fiz manteiga de cajú
E acreditem, é simplesmente fabulosa!!!





Não rende muito (rendeu este frasco cheio e mais um pouco que deixei para a outra Ginja provar!) mas é uma verdadeira tentação. Fica tãooo cremosa!!!
Como não sabia se ficaria boa fiz uma pequena quantidade mas, daqui para frente, duplico a receita...
E vocês, gostam destas manteigas de frutos secos?!?
Se experimentarem, digam se gostaram!!!
Beijinhos!!! ❤
Ingredientes:
200 gr de cajú (usei NutVitae)
1 pitada de sal fino
1 colher de chá de óleo de coco (usei MyProtein)

Preparação:
Torrar o caju no forno a 150ºC durante cerca de10 minutos, mexendo a meio do tempo. 
Deixar arrefecer completamente.
Colocar todos os ingredientes no copo e programar 30 seg/ vel 6;
Com a espátula, baixar os resíduos das paredes e programar 30 seg 1-3-5-6 progressivamente;
Baixar de novo os resíduos e repetir o passo anterior até obter a consistência desejada. 
(Nota: É preciso ser paciente e repetir no mínimo 6-7 vezes o processo. Nas primeiras vezes fica uma massa pastosa, devem continuar até haver libertação do óleo do cajú e a manteiga ganhar cremosidade!!!)
Colocar em frascos e guardar no frigorífico.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Parceria Nutvitae

É com muito orgulho que vos dou a conhecer que o blog tem um novo parceiro: a NutVitae


Considerados como excelentes complementos de uma alimentação saudável, os frutos secos e sementes contêm elevadas quantidades de nutrientes e minerais essenciais ao funcionamento do organismo, assim como vitaminas, fibra e gordura não saturada, que por sua vez contribui para o controlo dos níveis de colesterol. São também um bom substituto de outros alimentos, gerando refeições naturalmente saborosas e nutritivas. Quando ingeridos na quantidade certa, os frutos secos podem trazer enormes benefícios à sua saúde e bem-estar-
A NutVitae – uma empresa 100% Portuguesa – surge assim como a loja online especializada em frutos secos e sementes. Os compromissos da marca passam fundamentalmente por uma escolha criteriosa dos produtos e fornecedores, e pela qualidade de serviço prestados aos clientes. Tudo isto aos preços mais competitivos do mercado.
Para saberem mais sobre a marca e os produtos, ofertas e promoções podem visitar a página de facebook (ver aqui) ou a loja online (ver aqui).
E para os seguidores do blog, em compras superiores a 29.99€ ao usarem o código facesdaginja (que deverão escrever no campo "código promocional") terão um desconto de 3€ para além da oferta dos portes.
Muito bom, não é?!? Aproveitem!! 


Obrigada, NutVitae pela confiança e pelas amostras!!! ❤

sábado, 16 de setembro de 2017

Bolo mágico de lima e sementes de papoila

E chegou mais um fim-de-semana e, desta vez, e como tenho a visita da minha cunhada decidi fazer-lhe um bolinho. 
Depois de ver os que já tinha feito e como sei que ela gosta do sabor cítrico, optei por fazer um bolo mágico de lima e sementes de papoila.






Para quem não conhece, o bolo mágico é um bolo que, apesar de ser feito de uma única massa, acaba por formar três camadas distintas: um flã na base, um creme leve no meio e um pão de ló na parte superior.
O que vos posso dizer é que são viciantes. Já tenho vários bolos destes no blog desde de chocolate (aqui), baunilha (aqui) e côco (aqui).
E para que não tenham de me perguntar, toda a loiça e decoração é da loja DeBorla!!!
Espero que tenham gostado da sugestão!!!
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes:
4 ovos
125g de manteiga derretida e já morna
125g de açúcar (usei 100g)
125g de farinha
30g de sementes de papoila
40 cl  (4 dl) de leite à temperatura ambiente
1 pitada de sal
2 limas

Preparação Tradicional:
Untar a forma com manteiga  e não sendo de silicone, forrar com papel vegetal. Ligar o forno a 150ºC.
Bater as claras em castelo com o sal e reservar;
Bater as gemas com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada. 
Adicionar a manteiga, derretida e apenas morna, e envolver no preparado. Juntar a farinha (peneirada), as sementes de papoila e o sal e bater mais uns minutos. 
Deitar gradualmente o leite, mexendo sempre.
Raspar a casca das limas e espremer de modo a retirar o sumo.
Adicionar as raspas e 10 cl de sumo à massa e mexer.
Incorporar as claras em castelo delicadamente no preparado (uso uma vara de arames).
Deitar a massa na forma untada e, se necessário, alisar a parte superior.
Levar ao forno, a 150ºC, durante 50 minutos (ao sair do forno o bolo está pouco firme!). levar ao frigorífico pelo menos durante 2 horas (o ideal é deixar durante a noite) para solidificar a apurar sabores. Servir fresco.

Preparação Bimby:
Untar a forma com manteiga  e não sendo de silicone, forrar com papel vegetal. Ligar o forno a 150ºC.
Colocar a borboleta no copo bem limpo e seco e bater as claras, sem o copo, com uma pitada de sal, 8 min/ 37º C/ vel. 3.5. Retirar e reservar.
Com a borboleta, bater as gemas com o açúcar 6 min/ vel. 3.5. Adicionar a manteiga, derretida e apenas morna misturar na vel 3. Juntar a farinha (peneirada), as sementes de papoila e o sal e bater mais um minuto. 
Adicionar o leite gradualmente através do bucal e com a Bimby na vel 3.
Raspar a casca das limas e espremer de modo a retirar o sumo.
Adicionar as raspas e 10 cl de sumo à massa, através do bucal com a Bimby na vel. 3
Colocar numa taça o preparado e incorporar, delicadamente, as claras em castelo reservadas (uso uma vara de arames). Deitar a massa na forma untada e, se necessário, alisar a parte superior. 
Levar ao forno, a 150ºC, durante 50 minutos (ao sair do forno o bolo está pouco firme!). levar ao frigorífico pelo menos durante 2 horas (o ideal é deixar durante a noite) para solidificar a apurar sabores. Servir fresco.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Panquecas (de aveia e leite de soja), doce e batido de mirtilos

Depois de uma primeira semana a tentar ganhar ritmo, aqui estamos nós para dar início às aulas...
E para começar da melhor forma e com energia, mimei-me com umas panquecas (de aveia e leite de soja), doce e batido, tudo de mirtilos.




Ou seja, hoje temos um post com 3 receitas todas elas com mirtilos.
Para além do mirtilo ser rico nas vitaminas  A, B, C e PP, este possui ainda sais minerais (magnésio, potássio, cálcio, fósforo, ferro, manganês), frutose, pectina, tanino, e é um dos alimentos com maior teor de antioxidantes. Além da sua riqueza nutricional, o mirtilo é também muito saboroso e bastante versátil. 

Quanto a todas as loiças e decoração da imagem são da DeBorla. É tudo lindo mas amei a garrafa em forma de lâmpada!!! 
De pois digam o que acharam desta (tripla) sugestão!!!
Beijinhos!!! ❤

Panquecas (de aveia e leite de soja)  e mirtilo 
Ingredientes: (6-8 panquecas)
100g de farinha de aveia (ou flocos de aveia que depois trituramos)
50g de farinha
1/2 c. de chá de sal
30g de manteiga à temperatura ambiente
Açúcar q.b. (ou para ser mais saudável podemos substituir por stevia)- Eu não usei!!!
100g de leite de soja
100g de iogurte grego (natural e não açucarado) Nota: Ficam muito boas com queijo quark
2 ovos
1 c. de chá de fermento químico
Manteiga ou óleo spray para untar
Mirtilos q.b.



Preparação:

Numa tigela ir colocando os vários ingredientes e ir envolvendo. Mexer tudo até obter uma massa homogénea.
(Se usar Bimby: Colocar no copo todos os ingredientes e programar 15 seg/Vel 6);
Untar uma frigideira pequena com manteiga derretida (uso pincel de cozinha!) ou com óleo em spray e aquecer no lume;
Colocar uma concha da massa preparada e colocar alguns mirtilos, quando fizer umas "borbulhas" virar e deixar alourar e saborear simples ou com cobertura a gosto!!!

Batido de mirtilo
Ingredientes: (2 porções)
3 dl de bebida de soja
100g de mirtilos frescos ou congelados (usei frescos)
1 banana
1 pitada de canela (opcional)

Preparação:
Deitar no copo da Bimby (ou num liquidificador) a bebida de soja e juntar os mirtilos e a canela.
Adicionar a banana cortada às rodelas e triturar até aos ingredientes estarem desfeitos.
Servir decorado a gosto.

Doce de mirtilo
Ingredientes: (2-3 frascos)
500g de Mirtilios
100g de açúcar com pectina (quem gostar de compotas muito doces tem de aumentar a quantidade!)
Sumo de meio limão

Preparação Bimby:
Colocar os mirtilos no copo (reservar alguns se assim o desejar) e programar 10 seg. e ir aumentando progressivamente a velocidade (vel. 5-7-9).
Juntar o açúcar e o sumo de limão e programar 5 seg/ vel.4.
Depois programar 15 minutos / 100ºC/ vel. 2. 
Guardar em recipientes esterilizados e no frigorífico (por ter usado uma pequena quantidade de açúcar, a durabilidade da compota é menor!!!).

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Doce de mirtilo

"Summer has come and passed
The innocent can never last
Wake me up when September ends..."

E assim chega Setembro, mês de recomeços, de retomar rotinas e mês marcado por perdas que nunca vou conseguir esquecer. 
Este é para mim um mês ingrato e em que não me sai da cabeça a música dos Green Day "Wake me up when september ends" daí que não estranhem se estiver um pouco ausente.

A receita de hoje (e que aqui entre nós ainda foi feita no mês de agosto!!!), é um doce de mirtilo feita com aqueles mirtilos 100% biológicos que trouxe do Norte.



Aqui em casa foi aprovada e até já se repetiu a receita.
Fica tão boa com iogurte ou simplesmente em tostas e torradas e já sabem, os frasquinhos (que adoro e tenho em vários tamanhos!) são da DeBorla!!!
Beijinhos ❤

Ingredientes:
500g de Mirtilios
100g de açúcar com pectina (quem gostar de compotas muito doces tem de aumentar a quantidade!)
Sumo de meio limão

Preparação Bimby:
Colocar os mirtilos no copo (reservar alguns se assim o desejar) e programar 10 seg. e ir aumentando progressivamente a velocidade (vel. 5-7-9).
Juntar o açúcar e o sumo de limão e programar 5 seg/ vel.4.
Depois programar 15 minutos / 100ºC/ vel. 2. 
Guardar em recipientes esterilizados e no frigorífico (por ter usado uma pequena quantidade de açúcar, a durabilidade da compota é menor!!!).

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Bacalhau em cebolada gratinado

E eis que, infelizmente, chega o último dia de agosto. 
Setembro significa voltar ao trabalho, à rotina mas, para mim é ainda mais difícil  pois tem o amargo sabor da perda... :(  
Vá mas falemos da receita de hoje...
Esta receita é o prato de bacalhau preferido da outra Ginja, e por isso, decidi fazê-lo de modo a terminar o mês (e as férias!), da melhor maneira.







Para me ajudar a ficar com rodelas todas com a mesma espessura e perfeitas (uma vez que a cebolada é o que dá sabor a este prato) usei a minha mandolina da Börner (ver aqui).
Este bacalhau fica lindo quando empratado mas a louça da DeBorla também ajuda!!!
Quanto à receita, aqui fica...
Depois, digam se gostaram!!!
Beijinhos ❤

Ingredientes: (4 pesoas)
1 embalagem de Supremas de Bacalhau Pescanova (ou 1,5-2 embalagens de bacalhau desfiado Pescanova)
3 cebolas grandes
1 kg Batatas para fritar
Azeite q.b.
750 ml de leite
75g de farinha
40g de manteiga
Sal , pimenta  e noz moscada q.b.

Preparação tradicional:
Cozer o bacalhau (previamente descongelado) e, no caso de usar postas, depois de cozer, retirar as peles e espinhas e desfiar. Reservar.
Descarcar as cebolas, cortar às rodelas  e levar a dourar num tacho com um pouco de azeite, em lume médio. Ir mexendo de vez em quando para que fiquem cozinhadas de forma homogénea.
Entretanto, descascar as batatas, cortar às rodelas e levar a fritar. Quando fritas, escorrer em papel de cozinha e colocar metade das batatas no fundo de um recipiente de ir ao forno.
Quando a cebolada estiver pronta, espalhar a cebolada por cima das batatas e, por cima destas, o bacalhau desfiado. Terminar cobrindo com as batatas restantes.
Para o molho béchamel, colocar o leite a aquecer num tacho. Noutro tacho colocar a manteiga e deixar derreter. Adicionar a farinha e com uma vara de arames, mexer até ficar homogéneo. Aos poucos, adicionar o leite quente, mexendo para não ganhar grumos. Deixar ferver durante alguns minutos, sem parar de mexer, até engrossar e atingir a consistência desejada. Temperar com sal, pimenta e noz moscada.
Colocar por cima das batatas, deixando entranhar.
Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até dourar.
Servir acompanhado com uma salada.

Preparação Bimby:
Descongelar o bacalhau e passar por água corrente. Colocar o bacalhau no copo com 500g de água e cozer durante 10 min/100ºC/vel 1 (estar atenta para a água não subir ao ferver!);
Quando cozido, escorrer o bacalhau, e no caso de usar postas, retirar as peles e espinhas e desfiar. Reservar.
Descarcar as cebolas, cortar às rodelas  e levar a dourar num tacho com um pouco de azeite, em lume médio. Ir mexendo de vez em quando para que fiquem cozinhadas de forma homogénea.
Entretanto, descascar as batatas, cortar às rodelas e levar a fritar. Quando fritas, escorrer em papel de cozinha e colocar metade das batatas no fundo de um recipiente de ir ao forno.
Quando a cebolada estiver pronta, espalhar a cebolada por cima das batatas e, por cima destas, o bacalhau desfiado. Terminar cobrindo com as batatas restantes.
Para o molho,  colocar no copo todos os ingredientes para o béchamel e programar 8 min/90°C/vel 4. Colocar por cima das batatas, deixando entranhar.
Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até dourar.

Servir acompanhado com uma salada.